Retratos EPME

A série Retratos EPME vai desvendar os cantos e recantos da Escola Profissional de Música de Espinho e conhecer a experiência dos nossos professores nos seus anos de trabalho nesta escola. Descobre os projetos, atividades e aventuras que podes aqui viver.

Ver Entrevista
Vem conhecer a EPME
Estão abertas as candidaturas da Escola Profissional de Música de Espinho para o ano lectivo 2021 / 2022, por isso queremos dar-te a oportunidade de nos conhecer. Descobre como e quando!
Descobrir
Digital Concert Hall

A partir de hoje, os alunos da Escola Profissional de Música de Espinho passam a ter acesso acesso ilimitado à plataforma Digital Concert Hall da Orquestra Filarmónica de Berlim.


Saber Mais

Escola Profissional de Música de Espinho


Fundada em outubro de 1989, no âmbito do programa de criação de Escolas Profissionais, então lançado pelos Ministérios da Educação e Emprego e Segurança Social, através do GETAP, e tendo como entidade promotora a Academia de Música de Espinho, a Escola Profissional de Música de Espinho (EPME) foi uma das duas entidades a nível nacional que, nessa altura, avançaram com propostas de criação de cursos profissionais de música. Embora o ensino artístico não estivesse previsto no âmbito da iniciativa então lançada, o certo é que, após um período de grande debate e insistência sobre o mérito e o potencial da implementação desta modalidade de ensino no âmbito da música, o Ministério da Educação autorizou, nesse ano, a abertura dos cursos profissionais de música em duas escolas a nível nacional, uma delas em Espinho. No âmbito deste pioneirismo, a EPME propôs-se desde o início possibilitar a formação aos jovens candidatos a músicos em duas áreas praticamente inexistentes no panorama do ensino da música em Portugal: a formação de instrumentistas de Orquestra e o estudo da Percussão, tendo como objectivo fundamental o de dar o contributo possível para diminuir o défice de músicos portugueses nas orquestras nacionais e o desenvolvimento do ensino e formação de percussionistas em Portugal (então praticamente inexistente). Neste contexto foram criados o Curso de Prática Orquestral e o Curso de Percussão, então únicos no país.

A EPME oferece actualmente o Curso Básico de Instrumento (7º, 8º e 9º anos); o Curso de Instrumentista de Cordas e de Tecla e o Curso de Instrumentista de Sopro e de Percussão (10º, 11º e 12º anos), resultantes da reestruturação do ensino profissional.

Desde a sua fundação a EPME logrou obter resultados extremamente positivos, os quais se podem aferir pelo já significativo número de diplomados que exercem actividade profissional como instrumentistas e/ou docentes em orquestras e instituições nacionais e estrangeiras, bem como, pela demonstração pública da actividade da Escola, materializada na apresentação de centenas de concertos, um pouco por todo o país e também no estrangeiro, produto criativo de projectos artísticos de referência lançados pela EPME, como são, por exemplo, a Orquestra Clássica de Espinho e a Orquestra de Jazz de Espinho.

O Projecto Educativo da Escola Profissional de Música de Espinho privilegia a procura permanente de experiências profissionais relevantes, nomeadamente através da realização de masterclasses regulares, estágios de formação e apresentações em contexto real de trabalho, mantendo simultaneamente uma forte preocupação em fornecer uma sólida formação científica e uma formação integrada que responda a diferentes necessidades dos alunos. Por outro lado, atenta na valorização da atitude do indivíduo enquanto cidadão e enquanto Homem: na sua capacidade de rever e definir regras de uma forma responsável e democrática, formulando juízos de valor próprios sobre a sociedade em que está inserido, respeitando os outros em princípios de justiça e solidariedade e reconhecendo os valores éticos da humanidade.

A EPME desenvolve um intenso plano de actividades, destacando-se a vertente de apresentação de concertos dirigidos ao público em geral, em contexto rigorosamente profissional, nomeadamente através da Orquestra Clássica de Espinho e da Orquestra de Jazz de Espinho, duas formações que dão um contributo significativo não só para a formação dos alunos da EPME mas também para a integração de jovens músicos em início de carreira e ainda, como é óbvio, para a dinamização cultural e para a formação de públicos.

A EPME integra-se na Academia de Música de Espinho, num universo em que o ensino da música — que abrange também os cursos básicos e secundários de ensino artístico especializado da música e uma escola de línguas —, se cruza e complementa com o acesso a uma enriquecedora oferta artística regular e multidisciplinar, nomeadamente no âmbito da programação do Auditório de Espinho|Academia ou do Festival Internacional de Música de Espinho, entre outras.

Founded in October 1989, within the scope of the Professional Schools creation programme, launched by the Ministries of Education and Employment and Social Security, through GETAP, and having as a promoter the Music Academy of Espinho, the Professional Music School of Espinho (EPME) was one of two entities at a national level that, at that time, presented proposals for the creation of professional music courses. Although artistic education was not initially foreseen within the scope of the initiative, after a period of great debate and insistence regarding the merits and potential of implementing this type of teaching in the sphere of music, the Ministry of Education authorized, that year, the opening of professional music courses in two schools nationwide, one of them in Espinho. Within the scope of this pioneering spirit, EPME proposed, from the beginning, the training of young candidates in two practically non-existent areas in the panorama of music teaching in Portugal: the training of Orchestra players and the study of Percussion, aiming fundamentally to address the lack of Portuguese musicians in national orchestras and promote the development of teaching and training of percussionists in Portugal (then practically nonexistent). In this context, the Orchestral Practice Course and the Percussion Course were created, at that time unique in the country.

EPME currently offers the Basic Instrument Course (7th, 8th and 9th years); the String and Keyboard Instrumentalist Course and the Wind and Percussion Instrumentist Course (10th, 11th and 12th years), resulting from the restructuring of professional education.

Since its foundation, EPME has achieved extremely positive results, demonstrated by the already significant number of graduates who exercise professional activity as instrumentalists and / or teachers in national and international orchestras and institutions, and also by the public manifestation of the School activity, through the presentation of numerous concerts at home and abroad and the creative production of artistic projects launched by EPME, such as the Classical Orchestra of Espinho and the Jazz Orchestra of Espinho .

The Educational Project of the Professional School of Music in Espinho promotes the permanent search for relevant professional experience, namely through regular masterclasses, training courses and presentations in a work context, while maintaining a strong commitment to the provision of solid theoretical and integrated training that meets student needs. Furthermore, EPME recognises the importance of individuals’ attitudes as citizens and their ability to review and define rules in a responsible and democratic way, formulating value judgments about the society in which they live, respecting others with justice and solidarity and recognizing the ethical values of humanity.

EPME has a robust plan of activities, with an emphasis on the presentation of concerts aimed at the general public, in a strictly professional context, namely through the Espinho Classical Orchestra and the Espinho Jazz Orchestra, two groups that contribute significantly not only to the training of EPME students but also the integration of young musicians at the beginning of their careers and, of course, for cultural dynamism and the creation of new audiences.

EPME is part of the Music Academy of Espinho, an organisation in which music education - also covering basic and secondary courses in specialized artistic music education and a language school - intersects and complements access to an enriching regular and multidisciplinary artistic offer, namely within the scope of the programme of the Auditório de Espinho | Academia or the International Music Festival of Espinho, among others.

Últimos Destaques


Mai 05
Retratos EPME | Paulo Perfeito
Já aqui falamos da Orquestra de Jazz de Espinho, mas ninguém melhor do que um dos maestros para nos explicar todas as experiências que se retiram desta big band.Paulo...
Saber Mais
Abr 26
As oportunidades dos alunos EPME: Projeto Benjamim
Na Escola Profissional de Música de Espinho, inovar e criar são sempre o mote para novas apostas. O Projeto Benjamim é mais uma das oportunidades dos alunos EPME.Com...
Saber Mais
Abr 22
Retratos EPME | Eduardo Cardinho
Da oferta educativa da Escola Profissional de Música de Espinho faz parte o Curso Profissional de Instrumentista de Sopro e de Percussão, por isso fomos conhecer um...
Saber Mais
A Associação