Clássica
La Grande Chapelle

Albert Recasens direção musical

© Noah Shaye
3 Novembro, Sex - 21:30
m/6
65 minutos

O final do Renascimento é um período áureo da música religiosa ibérica. Ventos de mudança sopravam na Europa e grandes reformas tiveram lugar. Os impérios ibéricos uniram-se, intensificando o forte intercâmbio cultural entre os reinos. Partindo do Officium defunctorum de Tomás Luis de Victoria, esta viagem no tempo lança pontes para o misticismo religioso da época. A relação dos católicos ibéricos com a morte encarnou em obras de grande expressividade. O concerto apresenta uma variedade de obras relacionada com a Liturgia dos Mortos, em que compositores ibéricos destilaram a essência da música da época, conciliando mestria e dramatismo.

Programa

Tomás Luis de Victoria
Officium defunctorum

Matinas do Officium defunctorum
   Cristóbal de Morales Leitura I: Parce mihi Domine, a 4
   Alonso Lobo Responsório I: Credo quod redemptor, a 4
   Tomás Luis de Victoria Leitura II: Taedet animam meam, a 4
   Cristóbal de Morales Leitura III: Manus tuae fecerunt me, a 5
   Philippe Rogier Responsório IV: Hei mihi Domine quia peccavi, a 5
   Manuel Cardoso Antífona do Terceiro Nocturno: Sitivit anima mea, a 6

Missa Pro Defunctis
   Tomás Luis de Victoria
   Intróito: Requiem aeternam
   Kyrie
   Gradual: Requiem aeternam
   Ofertório: Domine Iesu Christe
   Sanctus – Benedictus
   Elevação (moteto): Versa est in luctum
   Agnus Dei
   Comunhão: Lux aeterna

Absolvição
   Tomás Luis de Victoria Responsório: Libera me, Domine  

Bilhetes

Evento já realizado.

Newsletter
A Associação