Projectos & Actividades - Academia de Música de Espinho

Projectos & Actividades


A Academia de Música de Espinho tem vindo a desenvolver, como complemento à sua oferta formativa, um conjunto de actividades que contribuem para o enriquecimento do seu projecto educativo e artístico. Sejam elas incluídas no plano curricular ou de carácter facultativo, desempenham um papel importante na formação dos nossos alunos.

Coro Crescendo

O Coro Crescendo da AME foi criado em 2018, tendo como objectivo fundamental proporcionar aos jovens estudantes de música, com idades compreendidas entre os 10 e os 15 anos, a possibilidade de aprofundarem a prática e a interpretação de música coral para além do contexto iminentemente curricular, bem como, por outro lado, desenvolver capacidade artística nessa área capaz de protagonizar e interagir em projectos musicais relevantes, tanto dentro como fora de portas.

O Coro Crescendo tem-se debruçado em repertório acappella e também em obras do repertório coral sinfónico. Na sua curta mas empenhada existência, o coro apresentou-se no 4.º Festival de Música de Fânzeres com a Orquestra Crescendo da EPME, no Coliseu do Porto no âmbito do Festival Dias da Música organizado pelo CCB, com a obra Sonho de Uma Noite de Verão de Mendelssohn, no Auditório de Espinho | Academia no concerto de Natal em 2019 com a OCE, entre outras apresentações nesta última sala, no âmbito da actividade pedagógica da Academia.

É dirigido desde a sua fundação pela Maestrina Raquel Couto e integra alunos do Ensino Básico da Academia de Música de Espinho e da Escola Profissional de Música de Espinho.

Orquestras

Os alunos da Academia de Música de Espinho têm a possibilidade de integrar diferentes orquestras, de acordo com o instrumento que estudam. No caso dos instrumentos de corda, existem em funcionamento duas formações: a Orquestra Prelúdio, para os alunos que estão a adquirir os primeiros conhecimentos no campo da música instrumental em conjunto, e a Orquestra Intermezzo, destinada aos alunos que já desenvolveram uma autonomia que lhes permita a prática de repertório mais ambicioso. Estes dois agrupamentos são dirigidos pelo professor João Pedro Fernandes. Os alunos mais avançados têm ainda, dentro da instituição, a possibilidade de vir a integrar formações que funcionam na Escola Profissional de Música de Espinho, como a Crescendo Ensemble e a Camerata Orquestra, orientadas pelo professor Roberto Valdés. Também em articulação com os alunos da EPME, funciona o Ensemble de Sopros, dirigido pelo professor Jorge Sousa, destinado aos alunos desta área instrumental.

Estes agrupamentos apresentam-se regularmente em público em natividades promovidas pela instituição, bem como em eventos de carácter artístico relevante promovidos por entidades externas.

Concurso Interno

O Concurso Interno é parte estruturante do Plano Anual de Atividades e conta com edições anuais. É aberto a alunos da Academia de todas as classes instrumentais e também na modalidade de Composição. As provas do concurso são públicas, perante um júri de professores da instituição e tem como principal propósito o desenvolvimento da responsabilidade e seriedade na sua preparação individual, mostrando aos alunos que esse empenho é fundamental para alcançar resultados mais sólidos.

Prémios de Mérito

O concurso para a atribuição de Prémios de Mérito adopta o nome das Junta de Freguesia de Espinho e da União de Freguesias de Anta e Guetim, que anualmente se associam à Academia mediante a atribuição de prémios a alunos que, através da realização de provas públicas, demonstrem mérito artístico de particular relevância. A entrega formal dos prémios generosamente concedidos realiza-se normalmente numa das sessões do Mostr’AME e conta com a presença dos respectivos Presidentes das referidas Juntas de Freguesia.

Academia de Verão

A Academia de Verão tem-se distinguido pela sua capacidade de se renovar a cada ano, oferecendo aos participantes um conjunto de actividades não só no âmbito da música, mas também noutras áreas artísticas como a dança, as artes plásticas, a pintura e as artes cénicas, contemplando igualmente a prática desportiva ou actividades de interesse cultural, como visitas a museus ou outras instituições de interesse. Está aberto a alunos essencialmente do 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico, sejam alunos da Academia ou não. As actividades são orientadas pelo corpo docente da AME, na área da Música, e contam com a orientação de convidados nas restantes áreas.

Mostr’AME

A série de concertos Mostr’AME acontece regularmente no Auditório de Espinho | Academia no final de cada ano lectivo e, conforme sugere a sua designação, tem como objectivo mostrar um pouco do que é a actividade pedagógica e artística da Academia. Normalmente cada concerto tem uma identidade própria, seja pela escolha de um tema, seja pelo tipo de formações apresentadas: Orquestras, Classes de Conjunto vocais, turmas de Iniciação Musical, Ensembles Instrumentais ou apresentações a solo.

A Associação